domingo, 19 de abril de 2015

Angola, Cáala, Huambo. “o povo que estava a rezar foi morto como vermes”





Na foto: Lider Jose Kalupeteca detido e espancado barbaramente pela Polícia Nacional de Angola.
___________________________________
Pedrowski Teca. Facebook
Meus compatriotas, no meu entender, isso que chamo de "batalha de Cáala", entre fiéis da seita religiosa do Profeta Kalupeteca e a Polícia Nacional, acabou por elevar para um outro nível a luta contra a ditadura do MPLA de José Eduardo dos Santos. Qualquer ser vivo tem o direito inalienável de se autodefender. A pobreza e a ditadura que nos são impostas, são ataques graves, dos quais temos a legitimidade de nos autodefender.
__________________________________
"Pedrowiski Teca, voce entendeu muito bem o acto. O que se passa no Huambo é o ponto mais alto da Ditadura. fui ao local constatar. o povo que estava a rezar foi morto como vermes e neste preciso momento a Policia está a queimar o acampamento e talvez a fazer uma vala comum para enterrar as pessoas a fim de se perder a conta. nas proximas horas vou divulgar os dados colhidos no local. Kalupeteka foi encontrado a pregar e a policia foi lá para atacar o acampamento e em defesa o povo crente pegou em materiais que possuiam com elas bateram nos policias até que 9 agentes morreram no local, outros agentes morreram no capotamento do carro da policia por cima da ponte sobre o rio Põim, durante a fuga para buscar reforço, nenhum fiel, tinha arma de fogo, mas até hoje de manha ainda a policia continua a matar na caça às bruxas, recolhendo pessoas prendendo. ainda a policia está a inventar outro boato de que na Catata (70 km do local do acampamento do Kalupeteca) os crentes do Kalupeteka estão a cavar trincheira em 7 diferentes localidades. pura mentira! é para justificar e legitimar a matança que estão a fazer porque o Kundy Payhama havia prometido tal matança ha 1 mes atras .... fui no local colher dados reais e depois vou divulgar."
__________________________________
Os seguidores do Profeta Kalupeteca, em autodefesa, mataram 7 agentes da Polícia Nacional, e em retaliação, relatos indicam que a Polícia já matou 110 fiéis daquela seita religiosa e prendeu mais de 100, inclusive o líder. Isso faz-se?
Em termo de activismo cívico e político, os fiéis dele fizeram coisas que em tempo de paz nenhum partido político, ONG ou movimento juvenil conseguiu ou teve coragem de fazer em termos de autodefesa. Imagina se fosse uma ofensiva e não a defensiva que ocorreu? Eu sou Kalupeteca, e não o seria se não conhecesse os bandidos da Polícia Nacional (Boko Haram de Angola).
Eu concordo com o Mabiala Paulo, que disse: "A maior parte dos agentes policiais Angolanos não têm cultura de dialogo, portam-se como analfabetos de primeira classe, são arrogantes, brutos, e quando fardado sentem-se donos de todos cidadãos que não estejam fardado como eles. "
Como é que um grupo de religiosos conseguiu neutralizar, matar e correr com efectivos da Polícia Nacional, altamente treinados e equipados?
Central Angola 7311 postou;
Recebemos por SMS e, não podendo comprovar, pareceu-nos grave o suficiente para denunciar:
"Após os meios de comunicação social veicularem a informação da morte do comandante municipal da polícia na Caála, super-intendente Catumbela (ex-comandante da tropa de penetração e assalto da ex-segurança de estado), chefe de operações da PIR, chefe municipal do SINSE, entre outros, fontes seguras informaram ontem que a polícia solicitou apoio das FAA e que até às 15h00 as incursões militares continuavam e culminaram com a detenção do líder da seita, com seus dois filhos e 12 membros. Hoje, uma fonte segura informa que a localidade foi tomada pela brigada das FAA do Sawilala (a caminho do Município do Bailundo) e, durante a tomada do local usaram a força e que mais de 100 pessoas foram mortas à queima-roupa. Neste momento, as ruas adstritas à DPIC estão interditadas. A mesma fonte conta que um dos líderes encontra-se foragido e teme-se pela retaliação, uma vez que, ainda segundo a fonte, (a seita) tem mais de 4000 membros só no Huambo.
Uma outra fonte informou que ações do género tiveram lugar no Município do Balombo ontem.
De recordar que a semana passada ações do género aconteceram no Bié.
Continuarei a atualizar."
Não assinou. Cada um faça o seu julgamento.

Enviar um comentário