sábado, 13 de setembro de 2014

Angola. Escravidão moderna. JPA. CASA-CE






Convergência Ampla para Salvação de Angola – Coligação Eleitoral (CASA-CE)
Secretariado Executivo Provincial de Luanda
Juventude Patriótica de Angola (JPA)

"ESCRAVIDÃO MODERNA"
Nós Juventude Patriótica de Angola, braço juvenil da CASA-CE em Luanda, manifestamos e condenamos veementemente a exploração da mão-de-obra infantil nas empresas chinesas, vocacionadas ao fabrico de blocos de construção civil, com principal incidência a empresa china JEN PENG localizada em Viana, nas proximidades do centro comercial Jinga Shopping.

A JPA em Luanda, como defensora e promotora da justiça social, recorda que estes actos de tortura e escravidão moderna no século XXI, em que são submetidos os cidadãos Angolanos menores de idade e não só, cuja maioria provenientes das províncias ao sul de Angola, são promovidos pelos cidadãos chineses com conivências claras de alguns angolanos ligados ao poder vigente e provisório.

Surpresa é, o Estado ser o primeiro defensor dos cidadãos nacionais e fazer vista grossa, e consentindo o adiamento da qualificação dos futuros quadros nacionais, matando precocemente a esperança de vida dos seus concidadãos.

A Constituição da República de Angola, proíbe nos termos do número 5 do artigo 80, o trabalho de menores em idade escolar. Este preceito constitucional e reforçado pelo numero 1 do artigo 32 da Convenção das Nações Unidas, sobre s direitos da criança.

Nesta conformidade a JPA-LUANDA, apela ao INAC, IGREJAS, ONG E MAPTSS,no sentido de inverter o quadro da atual situação.
“Todos por Angola e uma Angola para todos”

Luanda, aos 26 de Agosto de 2014

O Secretário Provincial da JPA





Enviar um comentário