quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Dirigentes da Casa-CE no Namibe foram presos




Secretário provincial e o seu adjunto foram detidos no Tombwa, onde as autoridades locais destruiram redes de pescadores.

Armando Chicoca
VOA

O secretário provincial da Casa-CE Sampaio Mucanda e o secretário provincial adjunto Francisco Kadjamba foram detidos  hoje, 24, depois de chegarem àquela localidade para tentarem obter a libertação do secretário municipal do partido Valentino Eduardo Calenga que já havia sido detidos pelas autoridades.
Este último tinha sido detido sob acusação de incitar pescadores locais à violência  na sequência da destruição das redes dos pescadores locais por alegadamente estarem envolvidos na pesca ilegal de peixe miúdo.
Mucanda e Kadjamba tinham-se deslocado ao Tombwa na companhia de um advogado para tentarem a libertação do seu colega quando foram presos
Dezenas, senão mesmo centenas de famílias, foram afectadas pela operação dos fiscais, revela
“Na minha opinião deviam também nos matar porque agora na mesma vamos morrer à fome, é do peixe que sobrevivíamos”, lamentou  Antónia que disse cuidar de 19 crianças órfãs.
A destruição das redes de pesca  levou a escaramuças e os pescadores disseram que a polícia disparou armas automáticas para os dispersar. Não houve feridos.
“O administrador municipal de Tchindongo disse que não foi ele quem mandou os fiscais das pescas destruir, eles vão pagar. Nós consideramos isto uma pura mentira porque o administrador é pai de todos os que residem na sua área de jurisdição, ainda que são cegos ou morcegos são teus filhos”, reagiu um outro pescador inconformado.
Os danos causados aos homens do mar estão avaliados provisoriamente em mais de 60 mil dólares.
O secretario provincial da Unita no Namibe Ricardo Ekupa de Noé “Tuyula” esteve no local, na passada segunda-feira e disse que os que destruíram as redes de pesca destas comunidades terão que responder em tribunal e indemnizar às vítimas.

Enviar um comentário