Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Rusgas em Luanda em busca de "golpistas"



Mãe de activista diz ter sido ameaçada de prisão e morte

Coque Mukuta
VOA

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) de Angola continua a efectuar rusgas aparentemente com o objectivo de deter pessoas associadas aos 15 jovens recentemente detidos por alegadamente planearem um golpe de estado.
Após a detenção dos jovens, o SIC já procuraram por Carbono Casimiro e Raul Mandela, que escaparam.
Esta semana, os agentes de investigação criminal deslocaram-se à casa da Rosa Conde, uma das activistas ligada ao Movimento Revolucionário de Angola, mas encontraram apenas a sua mãe, Isabel Conde.
Conde disse que os agentes chegaram num “carro com vidros fumados e sem matrícula. Quando perceberam que a Rosa não estava, eles foram até a nossa igreja e mais tarde voltaram a nossa casa”.
Os agentes, segundo Conde, disseram que "essa moça está a dar muito trabalho, quando lhe apanharmos ela vai ver”.
Ela disse também que foi ameaçada de prisão e morte.


Enviar um comentário