sábado, 3 de novembro de 2012

Sócio de Kopelipa morto à tiro em Luanda




Lisboa - Foi morto a tiro na cabeça, no passado dia 12 de Outubro, nos arredores do distrito da Ingombota, em Luanda, um empresário espanhol de nome Roque Bergareche Mendoza, 29 anos de idade, que estabelecia contactos de parcerias  com a  "Kopelson Investments SA", uma holding  dirigida por Kopelipa Vieira Dias “Buchecha”, o filho mais velho do general Hélder Vieira Dias Júnior (Kopelipa)
Fonte: Club-k.net
Crime praticado por um grupo de menores
O assunto não esta ainda a ser acompanhado pelos órgãos de comunicação em Angola. Sabe-se que as  autoridades angolanas dispensaram uma equipa da elite da Direção Nacional de Investigação Criminal (DNIC) para apurar as circunstância em que o assassinato ocorreu, enquanto que a  embaixada espanhola em Angola esta envidar esforços para a transladação dos restos mortais de Roque Mendonza.
De acordo com  a imprensa espanhola que cita fontes familiares, a vítima foi interceptada por um grupo de menores, com idades compreendidas  entre 14 e 17 anos,  quando ia para a discoteca com os amigos após mais uma jornada laboral.  Os meliantes cercaram a viatura de Roque e o mesmo foi espancado até ficar inconsciente, deitado no chão. Logo a seguir, um dos assaltantes deu lhe um tiro na cabeça.
Roque Mendoza, era sócio da empresa "Roque Vig Mundial", sediada em Madrid e com escritórios em Luanda e Paris, que se dedica em actividades para o desenvolvimento de projetos de infra-estrutura em países emergentes.
O seu pai é Santiago Bergareche, um notabilizado empresário espanhol ligado a comunicação social (detentor dos periódicos "ABC" e o "El Correo") e antigo administrador do Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA). É igualmente neto do malogrado e antigo presidente do real Madrid, Ramón Mendoza. Em Junho de 2008, o jovem empresário foi nomeado presidente não-executivo do conselho de administração da CEPSA, o grupo empresarial do pai, virado para  a comunicação social.
POLÍCIA NACIONAL APRESENTA 'SUPOSTOS' AUTORES DO CRIME
Na quarta-feira, 17, a Polícia Nacional prestou esclarecimento e apresentou o jovem Artur José Pires, de 24 anos, como autor do crime. De acordo com as autoridades, o crime foi praticado por cinco jovens, conhecidos por Ivan, Socrates, Augusto Manuel, e outro de nome impreciso.
O presumível autor do crime, Artur Pires, explicou a reportagem da TPA como assassinou o empresário espanhol. De  acordo com o mesmo, o seu grupo interceptou a viatura de Roque Mendonza, num local de estacionamento tendo os mesmos se feito passar por jovens que tomam conta de viaturas  na via pública.
Isto é, enquanto  o  jovem de nome Socrates fingia mostrar espaço para o empresário estacionar, o presumível, autor do crime, Artur Pires preparava-se, do outro lado, para assaltar a viatura e cometer o crime.

Enviar um comentário