Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Comunicado: Bloco Democrático massifica formação política do povo, este sábado


CONTACTO PARA IMPRENSA: Adão Ramos: +244 923 300 144

O Bloco Democrático (BD), convida o povo angolano a participar em mais uma iniciativa de formação política. Dia 17 (Sábado), pelas 9 horas, na sua sede nacional situada ao Kinaxixi, Rua Cónego Manuel das Neves, edifício nº 102, 5º andar, aptº nº14, Bairro Cruzeiro; telf 222 407 198. Pedimos pois a vossa ampla divulgação, tragam familiares e amigos.

Neste dia teremos um amplo debate sobre a política. Com vários sub-temas associados, a saber:

- Política partidária
- Partidos de massas e partidos de quadros
- Partidos de esquerda, partidos da direita e partidos do centro.

Vamos neste dia falar e debater política. O que é afinal a política? O que é a polis? O que é um partido político? Para que serve um partido político? Por que nasce um partido político? O que é a cidadania? Que tipo de políticos queremos? Quando exijo recolha de lixo estou a fazer política?

É comum, dizer-se que em Angola só existem partidos de esquerda. Será? São todos os partidos da oposição iguais? Onde se enquadra o Bloco Democrático no panorama actual? É a fama, ou o poder que nos move? O que nos levou a criar o partido da cidadania?

A separação de águas é inevitável, qual é o conteúdo ideológico e o conteúdo programático em coerência com a ideologia professada pelos partidos da nossa praça política? O MPLA é de esquerda, é social democrata? O que dizer dos outros partidos?

O Bloco Democrático fala da cidadania, fala da importância do povo se dedicar à cidadania e à política. Mas, não serão os partidos quem tudo deve fazer?

O Bloco Democrático defende a democracia multi-partidária. Mas então se fosse só o MPLA contra um só partido não seria melhor?

Devem as ideologias conformar-se à realidade antropológica ou "passar por cima" da mesma em nome próprio?

O Bloco Democrático é o partido contra a política do vale-tudo e contra o populismo. Na política vale tudo? Vale esvaziar os partidos da oposição? Na política vale dizer uma coisa hoje e fazer outra amanhã? Na política vale dizer uma coisa e pensar outra? O Bloco Democrático é um partido popular. Existe diferença entre popular e populista? O Bloco Democrático é um partido que se interessa e defende os pobres. Porquê que defender os pobres interessa ao BD e em que medidas isso faz parte das sua razão de ser como partido político?

Exercício de comparação, quais a ideologias dos partidos e coligações em Angola? Em que sentido as propostas inseridas no programa de governo desses partidos é coerente com a ideologia ou família política a nível mundial ao qual estão inseridos?

E por fim, os líderes das agremiações político/partidárias do nosso país vivem de que actividades para além da política para prouverem o seu sustento? Em que medida a ética e a moral nos negócios se confunde ou não com o serviço público?

Para o Bloco Democrático, o futuro de Angola passa por lançar já as fundações para uma ampla consciência popular, ao mesmo tempo que se reforça o BD. O Povo tem que saber de política. O povo tem que conhecer a política. O povo tem que estar por dentro da política. O povo tem que saber ser dono de si próprio. Um povo que sabe de política é um povo que não se deixa enganar, é um povo que domina a cidadania e que conhece os termos das palavras e é por isso um povo livre e moderno.

Essa ampla consciência popular é urgente e é o maior investimento para a vitória na luta contra o regime, contra os seus partidos satelite e contra os demagogos populistas. Vale mais um povo formado em política que não se deixa enganar ou vale mais um povo sem formação política que se deixa manipular por partidos/coligações e políticos?

O Bloco Democrático acredita que tem que ser o povo a ganhar consciência da luta e a massificar a resistência popular. O povo angolano tem que ser um povo político por excelência, a começar pelos mais pobres e analfabetos.

Falamos de uma cidadania activa, ampla, abarcando a formação política generalizada a todas as populações, com particular ênfase na formação às populações pobres, para que comecem a defender-se elas mesmas dos ataques físicos, psicológicos, políticos, anti-democráticos, anti-estado-de-direito e de propaganda do regime eduardista da situação. Ao mesmo tempo que têm a capacidade de separar as águas entre os partidos e coligações existentes em Angola.

Esta iniciativa do BD, acontece também numa altura em que o partido massifica os eventos de formação das populações para a preparação para as autárquicas e descentralização local, através de mesas redondas e outras iniciativas. Os quadros do BD recebem formação em poder local para estarem prontos a servir as populações a quando das eleições locais.

Contamos com a vossa presença!

LIBERDADE, MODERNIDADE, CIDADANIA

Sede Nacional: Rua Cónego Manuel das Neves, 102, 5º andar, 14.
Telefone: 222 407 198
Enviar um comentário