Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Comunicado: Bloco Democrático solidário com a resistência do povo no Bairro Margoso


CONTACTO PARA IMPRENSA: Adão Ramos: +244 923 300 144
Foi com profunda preocupação que o Bloco Democrático (BD) recebeu as notícias de que o Bairro Margoso será o próximo alvo do kamartelo do partido da situação. Estamos profundamente solidários com os moradores do Bairro Margoso e estamos atentos.

Como é possível ao MPLA e o seu presidente José Eduardo dos Santos dizerem ser um partido do povo quando em pleno período de aulas querem destruir todo um bairro e enviar milhares e milhares de crianças para mais de 20 km de distância das suas escolas? Foi assim que sem dó nem piedade destruiram há pouco tempo o Bairro Areia Branca… deixando centenas de famílias em agonia!

O filme brasileiro Cidade de Deus, teve uma fala que ficou famosa, "Não tem onde morar? Manda para a Cidade de Deus". Aqui na nossa Angola o MPLA está a mandar todo povo pobre para o Zango. O Zango é o musseque criado pelo eduardismo!

Saudamos o esforço heróico do Povo do Bairro Margoso, que se organizou e está a resistir por via não-violenta à acção de destruição de todo um bairro. Onde o povo está organizado o regime sabe que não existe espaço para abusos.

Apelamos a todo o povo de Angola a sermos solidários com os nossos irmãos do Bairro Margoso. Apelamos a todo o povo a aprender com os habitantes do Bairro Margoso. É com a não-violência e com a lei que devemos todos lutar contra a brutalidade de um regime que já só sabe destruir e mandar para o Zango.

Nenhum popular deverá aceitar a destruição do seu bairro sem informação detalhada do porquê. Deverá consultar a SOS Habitat e lançar comunicação a toda sociedade, meios de comunicação e ao Bloco Democrático. Não se pode mais sofrer em anonimato, é a união quem faz a força!

Destruir e levar para longe porquê? O que Luanda precisa é de requalificar os seus bairros, mantendo a população o mais próximo possível dos seus presentes locais.

O Bloco Democrático faz um intenso apelo ao povo: É urgente que se conheça as leis, a constituição. O povo tem que forçar ao respeito às leis! Eles têm que aprender a respeitar as leis!

Luanda, 14 de Agosto de 2013.

LIBERDADE, MODERNIDADE, CIDADANIA

Sede Nacional: Rua Cónego Manuel das Neves, 102, 5º andar, 14.
Telefone: 222 407 198
Imagem: Jesse Lufendo. Facebook


Enviar um comentário