sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

BD contra a onda de demolições de três bairros, em duas províncias


Luanda - O Bloco Democrático (BD) vem dar a público a sua profunda preocupação e dor para com a onda de demolições que está em marcha por já duas Províncias, nomeadamente Cabinda e Luanda. Tememos que se preparem demolições também na Província de Benguela este ano.
Em Cabinda o Bairro Resistência está já a ser demolido, tendo o BD solicitado às suas estruturas locais desde o final do ano passado a seguirem de perto a situação e a manterem o apoio à população local.
Em Luanda, chegam-nos notícias alarmantes, são já dois bairros em risco de demolição. A Chicala, em particular a Chicala 2, e o bairro Progresso no Município de Belas que está já sitiado com tendas militares e dispositivo militar a rodear o bairro.
É agravante, a notória falta de respeito e sensibilidade do Governo MPLA de José Eduardo dos Santos que escolhe o período de aulas para realizar demolições. Escolhe também a época chuvosa criando o caos na saúde dos populares atingidos.
Os Bairros, Areia Branca (perto da Chicala) e Mayombe (Cacuaco), foram violentamente demolidos. Houve, presença de helicópteros, militares, polícia, polícia anti-motim, polícia militar e inclusive tropa da Guarda Presidencial.
Um outro Bairro em Luanda, o Bairro Margoso, esteve no ano passado (2013) em vias de demolição, felizmente a pronta acção dos populares associados à ONG SOS Habitat, provocou um recuo na demolição do mesmo, tudo porque os populares desse bairro se organizaram e pacificamente criaram uma resistência mediática que intimidou o regime.
O Bloco Democrático está a monitorizar ao máximo todos esses ataques e tem neste momento células activas na Chicala que estão a servir de recolha de denúncias. à nossa redacção falou uma das células do BD que testemunhou uma cena de violência a quando das demolições no bairro Areia Branca: “Eu estava lá, pude ver um jovem a ser arrastado sem oferecer resistência nem agressão por um agente da polícia. Atras seguia chorando uma mulher que deveria ser esposa. Ela se chinguilou no asfalto de tanta dor. O jovem nunca ofereceu qualquer resistência. Quando o sr. agente chegou a uma carrinha toyota caixa aberta ele atirou o jovem lá para dentro, onde se encontravam 3 outros agentes que começaram a bater no jovem incluindo com o uso de cacetes. O jovem não estava a ser violento. Portanto como é que a policia veio dizer na rádio que não está a violentar?”
Na mesma altura vários relatos de violência na Areia Branca e no Mayombe foram recolhidos por vários activistas e são hoje públicos, vários estão na internet no canal Maka Angola (www.makaangola.org) e SOS Habitat (“Há sim há musculatura e violência nestas demolições, estão a nos partir com violência”, prosseguiu a célula do BD na zona da Chicala, “vejamos que na Chicala 2, temos estado a asistir que foram demolindo tudo à volta, partiram as partes onde estavam a pensar que não haveria resistência e estão a colocar as máquinas ao redor do bairro faz já vários meses. Estão a pensar como partir o bairro pois aqui tem muita população e muitas obras sociais de apoio social. Estão se a preparar para o assalto. Estamos atentos. O problema é que até o ano passado a população se queixava que não sabia para onde estava para ir, hoje estamos a ver que vão para o zango 3. Como ficam as crianças com a escola, como ficam os empregos? Estão a nos partir só assim? Este regime está a criar muito sofrimento, é por isso que sou do Bloco Democrático”, concluiu.
O Bloco Democrático, apela à organização dos populares, apela aos populares nos vários bairros para se ligarem, se organizarem e se apoiarem mutuamente. Apela o BD que falem com urgência com a SOS Habitat para que possam receber ensinamentos sobre os seus direitos.
O BD apela a que se filme e se registe tudo, com fotos e audio para que se possa empregar em processos crime contra os direitos humanos e para que todo o povo angolano se desperte do sono e se solidarize. Espalhar bem esses videos e fotos para todos saberem o que se está a passar. Apelamos ao povo para que nunca sofra em solidão mas que divulgue para todos saberem e aumentar a solidariedade nacional. Angolano ajuda Angolano!
O Bloco Democrático apela à resistência pacífica e dentro da lei mas de forma firme e organizada para que se ponham fim a estas demolições desumanas que MPLA JES tem vindo a realizar faz vários anos.
O Bloco Democrático exige ao Governo que não haja o emprego de forçar militares nesses processos, que haja diálogo, que não haja qualquer tipo de violência e que se abra a porta para o diálogo com as populações. Quais são os projectos para essas áreas? Os bairros ao redor da zona da Chicala foram destruídos e hoje vemos que foi para criar vista para zonas de luxo com hoteis e empresas de petróleos e outros. Basta de abuso!
Ficam os contactos da SOS Habitat:
Rua da Comissão do Bairro Wenji Maka II, entrada do Colegio Amor e Paz Municipio de Belas


Enviar um comentário