Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Denúncia: Voltaram os furtos às bagagens no aeroporto de Luanda


Lisboa - Como as falhas na segurança electrónica, contratação de empresas terceiras para fazer o manuseio de bagagens após o check-in e a falta de fiscais  na área restrita aos funcionários, o aeroporto 4 de Fevereiro de Launda transformou-se no alvo perfeito para ladrões de bagagens.

 Fonte: Club-k.net

 O último crime aconteceu no dia 22 de Janeiro do corrente ano enquanto a bagagem estava sob tutela dos "funcionários do aeroporto 4 de Fevereiro  com a responsabilidades acrescidas de "cuidar" das bagagens" dos passageiros", no voo da TAP com o número 288 (Luada/Lisboa), afirmou o estudante Osvaldo Pedro, numa nota de repudio enviada para este portal.

Na mesma nota, lê-se ainda, que o Check-in teve início às 6 horas e 30 minutos da manha e o voo partiu por volta das 10 horas da manha.  "Logo que desembarquei no Aeroporto de Lisboa, diante da esteira de bagagens para pegar as quatro malas que trazia da viagem apercebo-me que 2 malas foram vandalizadas e sem os ditos pertences no interior", lamentou o estudante Osvaldo Pedro que entre linhas questionou: Qual é a conclusão que se tira com as malas açambarcadas?

"A bagagem foi aberta cuidadosamente e os pertences mais valiosos foram retirados, fecharam as malas e colocaram de volta na esteira", detalhou a fonte para precisar que "perfumes, maquina fotográfica, laptop e adaptores" foram dentre os város artigos roubados" que apercebeu-se no aeroporto. Além do prejuízo estimado em cerca de 5 mil dollares, o estudante acrescentou ainda que outros productos como roupa, peças artesanais e um cartão de memória com tudo o que ele havia filmado e fotografado em Angola durante a quadra festiva com a família só apercebeu-se quando chegou em casa.

Uma estimativa não oficial de quem acompanha a questão de perto, porém, prevê que mais de 100 furtos de bagagens são cometidos diariamente no aeroporto 4 de Fevereiro em áreas restritas aos funcionários.

Com esta nota de repudia o estudante Osvaldo Pedro, pretende muito breve instaurar acção judicial, contra a direcção do aeroporto 4 de Fevereiro.

Sugestões para reduzir as chances de roubo no aeroporto 4 de Fevereiro em Luanda:
1 - Plastificar a mala para garantir segurança extra.
2 - Declarar  os itens contidos na mala despachada, com os respectivos valores, ainda no check-in.
3 - Antes de despachar, verifique se sua mala foi enviada para o destino correcto.
4 - Ao pegar a sua mala na esteira, abra-a e confira se nada foi furtado, ainda que não haja sinais de violação. As empresas aéreas não aceitam reclamações após a saída da sala de desembarque.
5 - Identifique a sua mala com uma etiqueta ou adesivo com seu nome, endereço e telefone. Isto poderá auxiliar na localização, no caso de extravio.
Novo aeroporto de Luanda
Enviar um comentário