sábado, 3 de maio de 2014

A manifestação do 3 de Maio em Luanda.


Mesmo perante a 55 Comissao Africana dos Direitos Humanos reunindo em Luanda, governa nao tempera sua agressividade contra o direito a manifestação. Acompanhe os factos mais relevantes da truculência governamental hoje
"Manif 3 de Maio
1. Sao organizadores da manifestaçao e subscritores da carta informativa que deu entrada no GPL: Raul Mandela, Coronel Fuba, Pedro Sabino Tito, Dulce Andre Antunes e Teresa Vundila.
2. As 10h Um aparato policial jamais visto, no supermercado Alimenta Angola (perto da comarca) zona vista como nucleo dos manifestantes de Viana. Esta prevista a realizaçao de uma manifestaçao, HOJE, a partir das 13hrs, no Largo 1 de Maio, para exigir apresentaçao das sessões Parlamentares pela TPA bem como divulgação pela midia das violações de Direitos Humanos.
3. 10h30 A casa dos pais de Nito Alves, em Viana, onde este vive, esta cercada de policias, visando impedir a sua saida para a manifestaçao. Nito é um dos organizadores da manifestaçao prevista para HOJE, a partir das 13hrs, no 1 de Maio.
4. 13h30 Acabam de ser presos varios manifestantes, em nr por precisar, entre eles, Nito Alves e Raul Mandela. Os mesmo encontravam-se no Largo 1 de Maio, local da manifestaçao.
5. Esta instalado um clima de terror, no 1 de Maio e arredores. Militares e PIR's (policia de intervencao rapida) revistam todos os transeuntes, para além de terem ocupado toda aquela zona. O medo e o terror é evidente nas pessoas. Há helicópteros desde manha sobrevoando a área."
Francisco Lopes. Facebook


Enviar um comentário