sábado, 21 de junho de 2014

Huíla, professores detidos na esquadra a passar sabe-se lá por que sevícias. Facebook









#SOSHuíla ADVOGADO PRECISA-SE COM URGÊNCIA

Lista de alguns dos professores detidos (mais professorAs do que professorEs):

1 - Elizabeth Ulombe
2 - Emília da Costa
3 - Regina Maquina
4 - Justina Eurico
5 - Maria de Sousa (amamenta bebé de 9 meses)
6 - Isaura da Costa
7 - Madalena Feliciano
8 - António Kandiavity
9 - Manuel Gomes
10 - André Muanza
11 - Joel Eurico

E falta ainda identificar (pelo menos) outros dois.

ESTE REGIME PERDEU COMPLETAMENTE O NORTE. ESPEREMOS QUE OS ADVOGADOS ENCONTREM AS BILHAS PARA IR DEFENDER ESTA GENTE QUE ENSINA OS SEUS PETIZES!

#SOSHuíla:

Os professores presos hoje precisam de apoio jurídico. Pede-se aos advogados que queiram disponibilizar-se para apoiá-los para contactar o vice presidente do SINPROF, o kota que a PIR vundumunou, Manuel de Victória Pereira: 941622961

Os últimos recados que temos recebido do Lubango apontam para à volta de 30 detidos na Esquadra situada ao lado do Hotel Amigo, Lubango.

Confirmações?

SINPROF, capacidade de reação na urgência precisa-se, sobretudo quando se trata de identificar os que estão indevidamente detidos na esquadra a passar sabe-se lá por que sevícias.

Os líderes provinciais do SINPROF Huíla não foram detidos. Eis os que foram (estão):

- António Kandjaviti, vogal do Sinprof Huíla
- Eduardo Gomes do SML
- Outros, cujo número e nomes falta ainda confirmar.

Mais atualizações à medida que estas nos forem chegando.

Confirmação!!! Quem teve o azar de trajar preto levou por tabela!
Clima de guerra no Lubango policia por todo canto da cidade foi reprimida com GAZ lacrimogêneo uma manifestação dos professores
Estão a espancar todos cidadãos que trajam roupa preta. Visto que é a indumentária dos professores que se estavam a manifestar.
Dizer que o MPLA no Namíbe fez sair um comunicado hoje onde condenava a todos o ttítulos esta manifestação inclusive ordenou aos seus militantes(professores) para não se fazerem presentes na mesma.
Aiue Angola.....

Enviar um comentário