quarta-feira, 4 de junho de 2014

Luanda. “Hoje recebi o seguinte aviso por email, que me incomodou imenso”.




aqui está ele:
"Boas pessoal
Fui informada de que a nossa policia soltou um grande número de marginais que estavam na prisão preventiva, e que o plano é acabar com eles aqui fora!
Mas enquanto isso temos que ter cuidado a andar na cidade, principalmente durante a noite, porque eles já sabem que tem os dias contados, e aí vão fazer e desfazer, tornando assim a nossa cidade mais perigosa.
Ontem foram assaltados duas filhas do Dr. Lemos no Hospital Militar, roubaram o Tcson e ainda dispararam a queima roupa nas duas jovesn que se encontram em estado grave, o mesmo carro serviu hoje para fazer um assalto no Millenum do Ginga Cristina"
______
As minhas perguntas:
1) como é possível tratar a vida humana, como se ela não tivesse nenhum valor?
2) Como é possível a policia nacional matar pessoas que estão em prisão preventiva, por isso sem culpa formada?
3) Como é possível mandar matar se a constituição de Angola aboliu a pena de morte?
4) como é possível o cidadão apenas se preocupar, com os seus interesses, com a sua segurança e não é capaz de reagir a TAMANHA BRUTALIDADE E VIOLAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS E VIOLAÇÂO DA CONSTITUIÇÃO DE ANGOLA?
5) SERÁ QUE EM ANGOLA EXISTEM ANGOLANOS DE DIFERENTES CATEGORIAS?
ONDE IREMOS PARA SE CONTINUAR-MOS INDIFERENTES E CONIVENTES COM O MAL, OMISSOS E COBARDES?
Aléxia Gamito. Facebook


Enviar um comentário