sábado, 27 de dezembro de 2014

Tribunal de terrorismo julga mulheres condutoras





As mulheres sauditas já lançaram várias campanhas a exigir o fim da proibição da condução. FAYEZ NURELDINE/AFP

Um tribunal vocacionado para crimes de terrorismo vai julgar duas mulheres por condução de automóveis, algo proibido na Arábia Saudita, o único país do mundo com esta interdição.

http://www.jn.pt

Loujain al-Hathloul, de 25 anos, e Maysa al-Amoudi, de 33, estão detidas há cerca de um mês por conduzirem.
O facto de os seus casos terem sido transferidos para um tribunal especializado em crimes de terrorismo estará relacionado com publicações que ambas terão feito na rede social Twiter, onde reúnem vários seguidores.
Legalmente, as mulheres não estão impedidas de o fazer, mas, na prática, só os homens recebem carta de condução.
As mulheres sauditas já lançaram várias campanhas a exigir o fim desta proibição, até agora, sem sucesso.



Enviar um comentário