Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

GPL esclarece susposto confisco de viaturas de “Quim” Ribeiro


Lisboa - O governo províncial de Luanda (GPL), esta em vias de fazer uma comunicação publica para esclarecer o recente confisco de viaturas numa standard na comuna do morrobento em Luanda que se diz ser do suspenso comandante provincial da policia nacional de Luanda, Joaquim Ribeiro.

Fonte: Club-k.net

A versão que o GPL, trará a publico, descarta que a apreensão das viaturas em causa estejam ligadas a um suposto confisco conotado ao "caso Quim Ribeiro". Alega que a “invasão” da standard nos arredores de um destacamento da UGP- Unidade da Guarda Presidencial deve-se a uma medida de embargo tendo em conta que foi construída num espaço considerado “ilegal” e que esta em vias de ser demolido. As viaturas retiradas foram colocadas no parque da fiscalização de Luanda.

Para alem do embargo feito, o GPL procedeu com a mesma medida em outros estabelecimentos no mesmo perímetro da standard e arredores incluindo a uma residência nas proximidades da chamada “casa amarela” no bairro Talatona.
Enviar um comentário