Com a conivência do re­gime, os vampiros con­tinuam a sugar o sangue dos angolanos. António Roque, (português) direc­tor técnico da empresa Damer Gráficas, propriedade do Grupo Media Nova, inaugurada ofi­cialmente a 13 de Novembro de 2008 pelo então ministro da In­dústria, Joaquim David. António Roque é bem claro quan­do, no seu facebook, diz: “COMIGO TUDO EM FORMA, EMBORA NESTA TERRA DE PRETOS. MAS A MALTA RE­SISTE” In FOLHA8

segunda-feira, 26 de Setembro de 2011

Imagens do comício da UNITA e da manifestação do MPLA – Vídeo


Luanda – A diferença do tratamento que os órgãos de comunicação estatal prestaram em duas actividades partidárias das principais forças políticas no países (Comício da UNITA no Huambo e manifestação do MPLA em Luanda), este fim de semana, foi alvo de debate comparativo nas redes sócias, em torno da preferência partidarizada dos referidos órgãos.

Fonte: Club-k.net
Parcialidade da media estatal
O comício realizado pela UNITA no Huambo foi até ao momento desmerecedor das atenções dos órgãos de comunicação social estatal. Apenas a TPA, que fez menção no seu telejornal de sábado (24). Porém, a forma com que as imagens passaram alimentou suspeitas de eventuais manipulação.
http://www.club-k.net/politica/8960-imagens-do-comicio-da-unita-no-huambo-e-da-manifestacao-do-mpla-em-luanda-comparacao
As imagens do comício do maior partido da oposição foram filmadas num ângulo, em que as camaras de filmar foram posicionadas próximas aos oradores sem dar possibilidade ao telespectador de ter a possibilidade de ver quem estava por detrás dos mesmos. Por outro lado, as imagens da manifestação do MPLA, em diferentes bairros em Luanda, foram captadas através de camaras que foram posicionadas numa perspectiva aérea em que podia se fazer leitura da dimensão popular.

Outra particularidade notada foram o numero de viaturas da passeatas da UNITA, que de acordo com informação de situação correspondiam uma caravana de centenas de viaturas junto com as motorizadas que se fizeram circular deste as 12h a partir do campo do ferrovia terminando no campo electro, local do comício. A TPA passou imagens filmadas logo no inicio da actividade em que haviam poucas viaturas ao invés de passar as imagens do final que terão correspondido a cerca de 100 mil pessoas. (Inclui a caravana de 1060 motas, 132 viaturas ligeiras e 11 auto-carros)

Por outro lado a Angop passou este domingo cerca de sete artigos relacionados as manifestações do MPLA. O comício da UNITA não foi merecedor de noticia nem tão pouco a manifestação dos jovens que se protestaram pela libertação das vitimas da violência do dia 3 de Setembro.

Sem comentários: