quinta-feira, 11 de abril de 2013

Cabinda: UNITA diz que secretário provincial foi alvo de tentativa de assassinato


Polícia não respondeu a pedidos de socorro, diz o partido
José Manuel VOA
A UNITA diz que o seu secretário provincial em Cabinda foi vítima de uma tentativa de assassinato na madrugada de Quarta-feira.
A  alegada tentativa de assassinato contra Estevão Neto Pedro, ocorreu na sua residência no bairro 1º de Maio, na zona do Zangoio, arredores da cidade de Cabinda, quando homens armados se introduziram no seu quintal para o assassinar.

Os dirigentes daquele movimento lamentam num comunicado tornado publico a falta de intervenção da policia apesar de sucessivos apelos de socorro e rejeitam a ideia de que os os atacantes eram apenas ladrões.

Num comunicado a UNITA denuncia ainda que de a algum tempo a esta parte, os membros do seu secretariado provincial são constantemente ameaçados de morte através de telefonemas anónimos com identificação privada.

Recordou ainda actos de vandalismo contra  veículos e propriedades de membros da organização

O partido recordou ainda  que as relações com o executivo provincial têm estado tensas  depois do secretário provincial da UNITA ter recentemente publicado uma carta aberta onde repudiou os atropelos aos procedimentos administrativos.

Para a UNITA,  o que se passou na madrugada de Quarta-feira é uma manobra do regime para silenciar a oposição.

O Movimento do galo negro adverte que qualquer tentativa de assassinato  contra os seus dirigentes deve ser  imputado ao governo da província de Cabinda.
Enviar um comentário