SOS MATANÇA no banco millennium Angola do forno crematório nazi. Correr e fechar portas e janelas porque vem aí terríveis toneladas de fumo do gerador da morte horrível da engenharia criminosa dos tugas que tudo fazem para nos exterminarem para que consigam empregos. As crianças bebés morrem cancerosas dos pulmões porque o ordens superiores o ordenou. Em Luanda sem matar não se pode facturar. Os tugas têm que nos matar em todos os apartamentos nos gasear. É na rua rei Katyavala em frente à Angop

terça-feira, 24 de Julho de 2012

Angola. CASA-CE promete o fim a governantes que usam recursos do Estado para negócios pessoais


Pretória (Canalmoz) – O presidente da Convergência Ampla da Salvação de Angola – Coligação Eleitoral (CASA-CE), Abel Chivukuvuku, reafirmou, em Ndalatando, província do Kwanza Norte, o compromisso de formar um governo saído das eleições de 31 de Agosto, empenhado na gestão temporária dos recursos de todos e para o benefício de todos.
Abel Epalanga Chivukuvuku disse, em declarações ao Novo Jornal, de Angola, que a sua formação vai dirigir os destinos da Nação de forma patriótica para alcançar o bem-estar da população e que os futuros governantes serão meros gestores temporários dos recursos de todos os cidadãos e para o benefício de todos.
“Nós temos agora um governo em que o Presidente da República e a sua família pensam que Angola é para eles. Pensam que podem fazer e desfazer. Angola não pode ser assim, tem de ter um governo que sirva os interesses do cidadão”, acrescentou o presidente da Convergência Ampla da Salvação de Angola – Coligação Eleitoral (CASA-CE), Abel Chivukuvuku, assegurando que “Angola não pode continuar a ser um país potencialmente rico com cidadãos pobres, nem ter uma juventude que não consegue prosseguir os seus estudos nas universidades por falta de espaço, nem jovens formados sem emprego quando o país prefere importar mão-de-obra qualificada do estrangeiro”. (Redacção)
Imagem: ELMUNDO.ES

Sem comentários: