quinta-feira, 26 de julho de 2012

Bloco Democrático: O partido cómico - Fernando Levieve



Luanda - Desde a sua fundação, que o Bloco Democrático acha que pode mudar Angola através de manifestações e trazer para Angola a famosa primavera árabe.

Fonte: Club-k.net
Infelizmente para o BD, a capacidade de mobilização do mesmo chega as vezes a ser patética. A imagem que ficou na pessoa, é de um grupo de senhores mais velhos intelectuais que se escudavam por detrás de jovens descontentes.

Quando chegou a hora da verdade, durante o registo eleitoral, o BD foi incapaz de conseguir o número de assinaturas necessárias para concorrer as eleições. A CASA-CE que tinha acabado de ser fundada por Abel Chuvukuvuku, conseguiu em muito menos tempo reunir as assinaturas necessárias.

Agora face a reprovação pelo Tribunal Constitucional por incompetência e incapacidade  de reunir as assinaturas, na página do BD no Facebook, o cidadão Fernando Tomas afecto ao BD começou a apelar uma mobilização de mais de 15000 pessoas para contestar a decisão do TC. A intenção em si acaba por ser cómica, uma vez que nem as assinaturas conseguiram reunir, como esperam eles reunir 15000 pessoas para uma manifestação.

Angola precisa de gente séria a trabalhar para o povo e o BD já mostrou que carece de maturidade e seriedade para liderar o povo Angolano. Chegou a altura de se organizarem e talvez um dia venham a conseguir o que é necessário.

Ao Sr. Fernando Tomas do BD, só posso pedir que deixe de ser mimado e aprenda que na vida colhemos o que plantamos. E foi o mau trabalho dos militantes e amigos do BD que resultou na decisão do TC. Angola é um país sério e tem que ser levado a sério por todos e principalmente por aquele que pretendem governar.


Enviar um comentário