sexta-feira, 20 de julho de 2012

CPLP não é coisa para todos. Cavaco Silva reúne-se com Guebuza e depois rejeita jornalistas


Maputo (Canalmoz) – O presidente de Portugal, Aníbal Cavaco Silva, está em Moçambique para participar na cimeira da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP) e depois de um encontro na manhã ontem com o seu homólogo Armando Guebuza rejeitou liminarmente qualquer diálogo com a Imprensa.
O mais alto dignitário da República Portuguesa foi recebido no Gabinete do chefe de Estado moçambicano, Armando Guebuza, mas no fim recusou-se a falar a dezenas de jornalistas que o aguardavam.
O estadista português foi o único que não aceitou falar à Imprensa depois de um batalhão de jornalistas moçambicanos e portugueses ter estado horas à sua espera de o poder ouvir.
Os seguranças portugueses tomaram total protagonismo e envolverem-se em empurrões com jornalistas ficando no “segredo dos deuses” os pontos que teriam constituído a agenda do encontro que o presidente Cavaco Silva teve com o presidente Armando Guebuza remetendo dessa forma a CPLP para as tumbas fazendo dela uma organização circunscrita, reduzida a uma espécie de sociedade secreta. (Redacção)

Enviar um comentário