segunda-feira, 23 de julho de 2012

Ministério Finanças veta proposta de PCA que deseja ter salário de 30 mil dólares



Lisboa – O Ministério  das finanças de Angola vetou por três vezes consecutivas uma proposta salarial  do Presidente do Conselho de Administração (PCA) da Comissão de Mercado de Capitais (CMC), Augusto Archer de Sousa Mangueira que o habilitaria  a aferir  um ordenado mensal equivalente a 30 mil dólares americanos.

Fonte: Club-k.net
Agentes da Polícia ganham 360 dólares  por mês
A proposta era extensiva aos restantes membros do Conselho de Administração daquela instituição que passariam a receber 25 mil dólares por mês. Os valores incluiriam, pagamento para empregados (cozinheiro pessoal),  bônus no cartão de crédito   emitido pelo banco BAI  e etc.

O Comissão de Mercado de Capitais (CMC), é uma nova instituição a operar na fiscalização econômica em Angola.   A solicitação de proposta salarial do seu PCA é uma constante no país com realce  nas empresas públicas.

 Embora se  desconhece   as motivações de fundo que ditaram a recusa da proposta  dos 30 mil dólares americanos há por outro lado,  conhecimento de casos de gestores públicos com salários superiores a estes.  O Director das Alfândegas, Silvio Burity, tem um salário mensal de 100 mil dólares e há momentos que ascende a 200 mil conforme variante das receitas da empresa que influencia o seu bônus mensal. O PCA da TAAG, Araujo Pimentel  tem igualmente um salário superior a 90 mil dólares por mês.  O DG  do Jornal de Angola, José Ribeiro   atribuiu-se um salário de 15 mil dólares mês e 12 mil para os outros administradores executivos.

Os referidos salários são desproporcionais aos   trabalhadores de base na função publica. Os professores  tem o salário mínimo de 540 dólares enquanto que há policiais a receberam  cerca  de 360 dólares por mês  razão pela qual enveredam pelas praticas do suborno nas ruas.

Enviar um comentário