sábado, 9 de fevereiro de 2013

Brutalidade em Armazém. Por FOLHA 8


A recente publicação nas redes sociais de um vídeo de duas mamãs a serem barbaramente agredidas por alegadamente terem furtado uma garrafa de champagne gera um coro de protestos sem precedente.
Não existem comentários ante as imagens do Revolu e do Gika, que vos envio da tortura que duas mulheres foram alvo, num armazém na Mabor, em Luanda, por roubarem uma garrafa de champanhe e sabonete, que iriam vender, para alimentar os filhos, que ficaram no chão, na parte de fora do armazém. Os maridos são ex-militares desempregados e que não recebem pensão por parte do regime, pese estes terem-lhe defendido, ao longo destes anos. É a ingratidão total. Será que destes tipos nasceram mesmo do ventre de uma mulher. Não creio! São vermes... Vejam, comentem e denunciem! Esta é a cultura da democracia da tortura e da ditadura, que estamos com ela. Infelizmente....  Veja o vídeo aqui!
A TPA informou hoje no seu noticiário que a PGR e Polícia Nacional interviram e detiveram os suspeitos desta agressão. Esperamos que, quer os que agrediram, quer os que assistiram a este acto hediondo sejam apresentados à justiça e também publicamente.  
Inaugurámos o novo canal no YouTube pela emergência que este caso impôs.
Brevemente inauguraremos outros canais e contamos com colaboração de todos. Vamos lançar um inquérito online e a sua opinião é importante na forma de comunicarmos as notícias.
Imagem: wordpress.com
Enviar um comentário