domingo, 24 de fevereiro de 2013

PGR angolano investigado em Portugal




Suspeitas de fraude fiscal e branqueamento de capitais recaem sobre João Maria Sousa.

O procurador-geral da República de Angola, João Maria Sousa, é o alvo do processo 1764/11 que corre no Departamento Central de Investigação e Ação Penal.
O PGR angolano estará a ser investigado por suspeitas de fraude fiscal e branqueamento de capitais, depois de o Banco de Portugal ter sido alertado pelo Santander Totta, na sequência de um depósito feito por uma empresa.
A investigação está na fase inicial e ainda não foi convertida em processo-crime.




Enviar um comentário