segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Mais um ser humano que não suportou as torturas deste latifúndio de escravos. Ermelinda Freitas


Em plena Vila do Cacuaco, arredores de Luanda, este cidadão morre numa "casa" sem o mínimo de condições, deixa mulher e 7 filhos.
Domingos de 48 anos não aguenta a batalha que travava com a Tuberculose.
Sem condições nenhumas, o nosso Companheiro Adriano deixou o pedido para que fosse feito uma contribuição para o óbito, o povo estava aderir.
Bem Hajam
Descansa em Paz irmão Domingos Cassanje.
Enviar um comentário