sexta-feira, 11 de maio de 2012

Luanda dos apagões, uma mais-valia



Luanda. Uma mais-valia. “O golpe de estado” já nos está a trazer consequências graves. Para já, a energia eléctrica foi-se. Há o receio de ficarmos como a Guiné-Bissau. O nosso Comando Militar não se preocupa com o venenoso fumo mortal da grande negociata dos geradores. O PIP – Produto Interno do Petróleo, sobe até para além das nuvens. E o PIM – Produto Interno da Miséria, desce até aos mais profundos abismos da miséria humana. E a facturação da venda dos geradores está uma mais-valia.
É que a coisa está fora de controlo. É que não se pode estar numa varanda, porque um jacto de fumo do gasóleo nos mata. Milhões de geradores instalados, os mais barulhentos e os mais fumarentos possíveis. E ninguém se preocupa, porque isto é para facturar. Os investidores estrangeiros quanto tempo lhes resta de vida a respirarem o fumo mortal de Luanda? É um investimento de alto risco.
Apagões: 09Mai 11.20 até às 01.16 do dia 10Mai 07Mai 08.40-22.53 04Mai 00.01-15.11, 02Mai 09.02-21.53

Enviar um comentário