sexta-feira, 11 de maio de 2012

Jovens do bairro Chábá/Margoso/Jukulameso, na Maianga, estão desesperados.


Querem fazer ouvir a sua voz e fazer valer os seus direitos.
Sentem-se ameaçados com as demolições e decidiram solicitar uma audiência ao GPL, Bento-Bento.
Um deles que com quem já trabalhei nestas andanças pela comunicação social mandou-me hoje o seguinte recado:
"Caro jornalista Reginaldo, votos de boa saúde e sucesso nesta grande carreira que representas bem é tudo que te desejo.
Não tenho muito a dizer se não lamentar o triste acontecimento que estamos presenciando no nosso bairro Margoso (Chába)
temos todos os motivos do mundo para essa insatisfação porque o nosso executivo até agora tem mostrado uma conduta desumana
contra o povo Angolano.
Já endereçamos algumas cartas que mando em anexo no seu correio de texto, não queremos ir para o panguila dada a localização geográfica do nosso bairro
a nossa intenção e chamar atenção ao executivo local por forma a prestar atenção ao propósito dos munícipes.
Para mais esclarecimento por favor consulte os docs em anexo
Caro Reginaldo, neste momento palavras me faltam para recorrer a ti em forma de auxilio, mas pedimos encarecidamente o seu contributo por formas a acudir este que se encontra desprotegido e que confia na tua boa vontade e o teu profissionalismo para dar cobertura sempre que possível a favor contra as demolições ou então a aconselhar as autoridades Angolanas a ouvir o nosso grito de socorro".
Que mais posso fazer, senão publicar aqui no meu mural este pungente SOS...
Por: Reginaldo Silva. Facebook

Enviar um comentário