terça-feira, 8 de maio de 2012

Os novos-democratas



Assim como há novos-ricos, também há novos-democratas. E não há diferença nenhuma. O novo-rico não justifica a origem da sua riqueza. E o novo-democrata não justifica a origem da sua democracia, é uma espécie de cristão-novo. O novo-democrata não paga a quem para ele trabalha, e quando um seu colaborador adoece, deixa-o morrer, e nem o salário lhe paga para comprar medicamentos. É superdemocrata. Quem é que acredita nesta democracia e nestes novos-democratas? “Em 5 anos acabaremos com a pobreza”
Enviar um comentário