sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Greve na ENCEL / Policia contra os Grevistas em Luanda


O bairro Maculusso, mais propriamente o largo da SISTEC acordou esta manhã surpreendido pela presença de um forte aparato policial. Uma coisa que nunca foi comum, mesmo nas alturas em que os assaltos na zona se intensificam. Infelizmente, a presença da PN no largo que se faz sentir ate agora 10:30, no se deve ao combate ao crime nem a manutenção da paz, mas sim para reprimir a inteno de greve por parte dos funcionários da ENCEL, que querem protestar as más condições e salários em atraso.
A polícia nacional tem que largar a imagem de repressor e começar urgentemente a trabalhar para o povo. O cidadão tem todo direito de reclamar pelas suas más condições. Quem deveria ser preso neste caso, o PCA da ENCEL que deveria explicar o porque que os salário estão atrasados numa altura em que ele desfila com os grandes carros importadas.
Encel-UEE é uma empresa estatal de âmbito nacional, com sede em Luanda, na Rua Comandante Ché-Guevara, n.º 185-187.
Criada a 6 de Maio de 1982, a Encel ao longo destes anos, conseguiu implementar no Mercado Nacional, uma série de materiais e equipamentos electromecânicos tornando-se assim uma empresa de primeira linha, a nível da Indústria eléctrica Angolana.
Para além da sua área industrial localizada no Município de Viana e Estaleiro (armazéns, parque auto e oficinas) em Luanda, a empresa possui em Benguela um Departamento Industrial (fabricos electromecânicos) e uma Base de Apoio em Cabinda (construção e montagem de Linhas de transmissão e de Postos de Transformação).
Por: Ernesto Rodrigues
ANGOLA24HORAS
Enviar um comentário