sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Venda do BPN ao BIC. Passos admite ter pedido ajuda a Luanda


O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, admite ter pedido ajuda a Angola para retomar as negociação com o BIC para a venda do BPN, em Novembro de 2011.
Por:Diana Ramos com Lusa
Em duas respostas enviadas aos deputados do BE e PCP na comissão de inquérito, Passos diz ter pedido directamente, sem ter tentado falar com Fernando Teles, líder do BIC Angola, a intervenção do ministro de Estado e chefe da Casa Civil angolana, Carlos Feijó. "O contacto com o sr. ministro ocorreu no quadro das boas relações entre os dois governos e pretendeu, face à delicadeza e urgência da matéria de Estado, recorrer aos bons ofícios do executivo angolano para apurar, tão rápido quanto possível, a disponibilidade do investidor angolano para concretizar o negócio", lê-se. Passos Coelho reuniu com Mira Amaral, do BIC português, a 23 de Novembro, que o informou do desinteresse de Luanda. Perante isto, Passos recorreu ao governo angolano, o que culminou na reunião com Fernando Teles, a 28 desse mês.
Enviar um comentário