terça-feira, 5 de março de 2013

UNITA desmente versão da TPA sobre acidente da viatura do seu líder







Luanda - Integrantes da caravana do líder da UNITA ao Kuando Kubango, que presenciaram o acidente de viação que envolveu a viatura do líder do Galo Negro questionam o interesse da RNA e da policia nacional,  que segundo eles “em mentir de forma grosseira e vergonhosa os angolanos”, atribuindo a causa do sucedido a uma suposta ultrapassagem a um motoqueiro, quando na verdade foi um camião conduzido por cidadão chinês que esteve na origem do acidente.
Fonte: Club-k.net
Para as nossas  fontes que se manifestaram bastante surpresas com a noticias divulgada às 20 horas, a radio nacional visa algum objectivo ao se apressar a distorcer os factos.

A TPA, em noticia lida pela jornalista Ana Lemos,  tentou passar a imagem de que o acidente foi por culpa do Presidente da UNITA por alegadamente não ter comunicado ao Ministério do Interior sobre a sua deslocação ao interior do país por terra. 

O  comandante provincial da Polícia Nacional no Bié,  comissário Eduardo Cerqueira frisou, no entanto, que o Comando Provincial da Polícia Nacional não foi, em nenhum momento, notificado sobre a passagem do líder da Unita por terras bienas.
 
"Caso fossemos notificados teríamos acautelado e assegurado a via", garantiu.
Sakala levanta suspeitas sobre acidente
Falando a VOA, o  porta-voz da UNITA Alcides Sakala manifestou hoje suspeitas sobre o acidente de viação no sul do país envolvendo o veículo onde viajava o presidente do partido Isaías Samakuva. O veículo foi aparentemente abalroado por um camião pesado conduzido por um cidadãos chinês.

O dirigente da UNITA sofreu apenas ligeiras escoriações no braço esquerdo e as pessoas que o acompanhavam no veículo saíra ilesas. Sakala fez notar que o acidente se deu “num contexto de alguma crispação política”.

A este propósito mencionou o incidente no Cacuaco quando uma delegação da UNITA que tencionava visitar pessoas desalojadas pela destruição das suas casas pelas autoridades, foi impedida de o fazer. A policia agrediu, neste dia,  um parlamentar membro da UNITA.

Sakala mencionou também um incidente em Viana  em que “a polícia ocupou as nossas instalações tendo permanecido no local o dia todo”.

“Toda esta conjuntura cria este tipo de interpretações,” disse Sakala

O acidente deu-se na estrada que liga a província do Bié á província do Kuando Kubango onde o líder da UNITA iniciou uma visita para assinar mais um aniversário da fundação do seu movimento.

O presidente Samakuva deslocava-se numa caravana de mais de 10 veículos e “deliberadamente o camião conduzido pelo cidadão chinês foi contra o carro em que seguia o presidente da UNITA”.

“O carro capotou quatro vezes mas felizmente o presidente da Unita sobreviveu,” disse Liberty  Chiyaka,Secretario provincial no Huambo

“”Ele está bem, sofreu ligeiras escoriações no braço esquerdo mas de momento sente-se bem,” disse Chiyaka que disse que Isaías Samakuva seguiu para a cidade do Menongue.
As outras pessoas que acompanhavam no carro também não sofreram ferimentos. Este dirigente provincial da UNITA disse que o cidadãos chinês que guiava o camião foi detido e a sua viatura foi também retida pela polícia.

Enviar um comentário