segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Guiné-Bissau. Mas mesmo assim os americanos não largam mão do Indjai.



Alguém pergunta, e com inteira razão, diga-se: "E se assim for, será que ele [António Indjai] voltará ao seu antigo posto de trabalho no ministério das Finanças?
Enviar um comentário