Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Portugal apanha avião de general angolano a carregar prostitutas



Lisboa – Em finais de Setembro de 2012, um grupo de cinco  generais angolanos, teve problemas em Portugal quando se deslocaram aquele país, para depor,  na 4.ª Secção do Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa, no Campus de Justiça.

Fonte: Club-k.net

De acordo com  informações em posse do Club-K, os mesmos tinham no avião particular de um deles (nome propositadamente omitido) várias prostitutas brasileiras. As autoridades portuguesas, entretanto, abafaram o caso para evitar um escândalo político.
Esta semana, do lado do oceano atlântico, a Policia Federal Brasileira anunciou investigações de figuras envolvidas em casos de tráficos de prostitutas ao qual é citado uma alta  militar e ex- parlamentar angolano como envolvido nestes episódios. Os nomes dos angolanos vão aparecer, nos próximos dias, na lista de procurados pela Interpol.

Enviar um comentário