Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Perto de 150 relógios e cintos contrafeitos apreendidos


por José Manuel Oliveira
http://www.dn.pt

Um homem de 39 anos e origem asiática, que se dedicava à venda desses produtos no Largo de São Francisco, em Faro, foi identificado por agentes da Polícia de Segurança Pública. Processo seguiu para o Ministério Público.
A Polícia de Segurança Pública (PSP) apreendeu 94 relógios e 54 cintos contrafeitos durante os dez dias da Feira de Santa Iria, que terminou neste domingo, no Largo de São Francisco, em Faro.
Fonte policial disse ao DN que, no âmbito da apreensão desse material com marcas falsificadas, foi identificado um homem de origem asiática, de 39 anos, que se dedicava à sua venda, e elaborado um auto de notícia, o qual seguiu para o Ministério Público de Faro.
Enviar um comentário