Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

“o tráfico de seres humanos é o terceiro crime mais comum na Nigéria”



Polícia da Nigéria descobre "fábrica de bebés" e liberta grávidas. A mais nova das jovens descobertas tem apenas 14 anos. Os bebés são vendidos por milhares de euros, sendo os rapazes mais caros que as raparigas, e as mães recebem apenas cerca de 150 euros. As autoridades da Nigéria asseguram ter descoberto uma clínica ilegal em Port Harcourt, no sul do país, onde estavam seis adolescentes grávidas, e cujos bebés seriam vendidos.

http://ditaduradoconsenso.blogspot.com

"Salvámos seis raparigas na semana passada, em diferentes fases da gravidez, numa maternidade ilegal de Port Harcourt", declarou à agência France um porta-voz da polícia na região, adiantando que a mais nova das raparigas tem 14 anos. As autoridades detiveram a proprietária da maternidade, que "não mostrou qualquer documento autorizando-a a dirigir a clínica".

As raparigas disseram à polícia que estavam na clínica para aí terem os filhos que depois seriam vendidos, ignorando-se se permaneciam no local à força ou voluntariamente. As forças de segurança da Nigéria têm descoberto nos últimos anos várias "fábricas de bebés" do mesmo género. Os bebés são vendidos por milhares de euros, sendo os rapazes mais caros que as raparigas, e as mães recebem apenas cerca de 150 euros. Segundo as Nações Unidas, o tráfico de seres humanos é o terceiro crime mais comum na Nigéria, depois da fraude e do tráfico de droga.

Enviar um comentário