Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

sábado, 23 de novembro de 2013

Presidente Chivukuvuku Mantido Preso




Abel Chivukuvuku foi detido ao princípio da madrugada deste sábado, na Esquadra que funciona no antigo comando provincial da polícia.
O dirigente dirigiu-se para o local para saber dos seus companheiros, detidos pouco antes.
Não foram avançados pormenores, sobre o que teria ocorrido que justificasse esta detenção do dirigente máximo da mais jovem formação política representada no parlamento.
Com Alberto Mwanza e demais integrantes de equipa que trabalhavam nas imediações dos  Coqueiros viriam a ser transferidos para a IV Esquadra pouco depois de uma hora da detenção ter acontecido.
Uma fonte da CASA-CE que falou na condição de anonimato estimou em  duzentos o número de pessoas que foram recolhidos pela policia e UGP, nos distintos pontos da cidade.
Na mesma madrugada em que a  polícia se acercou da sede do Secretariado da coligação, sito  na Marien Ngoabi arrastando consigo todos os presentes no local.
No Sambizanga, o chefe  da polícia de serviço recusou-se dialogar com os responsáveis da organização.
Os panfletos foram confiscados e há relatos segundo os quais é a própria polícia que se encarregou ela mesma, de arrancar os posters que já haviam sido colados pela  cidade.
Na IX Esquadra do Sambizanga encontram-se 15 pessoas segundo os últimos recebidos. São jovens,  quadros, dirigentes entre eles mulheres. Confira connosco alguns dos nomes já confirmados: Madalena Manuel, Gizelda Manuel, Engrácia Manuel e Suzana da Conceição.

Fonte: CASA-CE


Enviar um comentário