Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

domingo, 3 de novembro de 2013

Embaixada de Angola em Portugal vandalizada


O edifício da embaixada de Angola em Portugal foi vandalizado esta manhã por "elementos desconhecidos", que provocaram alguns danos materiais, confirmou à agência Lusa o assessor de imprensa.

http://sol.sapo.pt
A Rádio Nacional de Angola (RNA) noticiou hoje que o edifício da representação diplomática, localizado em Lisboa, tinha sido vandalizado esta madrugada, citando o embaixador de Angola em Portugal, Marcos Barrica.
Contactado pela agência Lusa, o assessor de imprensa da embaixada de Angola em Portugal, Estêvão Alberto, disse que o edifício foi "vandalizado por elementos desconhecidos" esta manhã.
"Não sabemos ao certo quem eram, nem quantos eram", acrescentou o responsável, referindo que do incidente resultou a quebra de vidros da fachada principal do edifício, situado na Avenida da República, em Lisboa, e que os prejuízos ainda não estão contabilizados.
Estêvão Alberto disse que "as autoridades policiais foram contactadas e estiveram no local a fazer a perícia".
Entretanto, fonte da direcção nacional da PSP, contactada pela Lusa, confirmou o incidente, ocorrido pelas 06:00 da manhã e adiantou que a situação foi comunicada à polícia por um segurança da embaixada.
"Verificou-se que foram arremessadas pedras da calçada" contra a fachada o edifício, que o partiram os vidros do 'hall' de entrada e da sala de visitas, acrescentou.
Lusa/SOL

Enviar um comentário