Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Qualquer repressão que vier antes, durante e depois da manifestação será da responsabilidade das forças policiais

No meu entender a campanha que está ser desencadeada pelo partido MPLA mancomunado com as forças de segurança visam intimidar os cidadãos a abdicarem do exercício cidadania consagrada na constituição. A polícia em vez de estar preparada para proteger os cidadãos conforme a lei, esta a fazer campanha política intimidatória ao aconselhar a UNITA abdicar da manifestação pacifica convocada para esse sábado 23. Prova-nos mais uma vez que essas forças são partidarizadas.
Qualquer repressão que vier antes, durante e depois da manifestação será da responsabilidade das forças policiais.
Rafael Morais. Facebook
Enviar um comentário