Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

sábado, 2 de novembro de 2013

Luanda. Quando a vida perde o seu significado... o assassinato


Neste momento estão a decorrer as exéquias fúnebres do nosso amigo o jovem Dr. António de Jesus dos Santos Piedade, que foi barbaramente assassinado no início desta semana, algures em Luanda, com tiro de arma de fogo, supostamente por um comando de jovens.
Com mais este assassinato abominável, soma-se mais uma vítima da violência e da criminalidade em Luanda.
Creio ser urgente que se criem políticas sérias para o controlo da proliferação das armas entre os cidadãos civis, de modo a atenuar a onda dos assaltos e dos assassinatos no país, ao mesmo tempo que se procure formas para garantias de trabalho e, portanto, uma rentabilidade digna sobretudo para os jovens.
Amigo Piedade, nós que te conhecemos, suplicamos a Deus de bondade e de misericórdia, que te admita no gozo da 'herança dos justos' - que aliás tu sempre acreditaste.
Ao atravessares o rio da eternidade, saúda os 'nossos' que partiram antes de ti; e quando te juntares aos nossos antepassados, não te esqueças de recorda-los que nós precisamos da vossa intercessão e proteção para que o 'bem' e a 'paz' não se afastem de nós e das nossas famílias e comunidades.
Agora vai, amigo Piedade, mas não nos deixes, não nos abandone... Continua a olhar por nós, mas sobretudo para os mais pequenos.
Há vazio, há trevas, há choro aqui... Mas ali há, certamente alegria. Podes partir... Mas continue aqui!
In Domingos das Neves. Facebook
Enviar um comentário