Em Angola julgam-se presos políticos acusados de nenhum crime. Dizem que é um regime democrático que está em pleno gozo das suas funções. A corrupção está no pódio como grande vencedora. A miséria e a fome também. As potências democráticas fecham os olhos e apontam que assim é que é bom, que assim é que se faz a estabilidade em África. Eis a receita do terrorismo do qual a Europa não se consegue desenvencilhar. Quem apoia a corrupção e as suas ditaduras, no fundo também é terrorista sem o saber.

sábado, 7 de setembro de 2013

Luanda no tempo do horror




Quem se encarregará de punir àqueles que esbulham ao povo? No chão o fruto da miséria herdada com a independência...
Fridolim Correia. Facebook
Enviar um comentário